O ronco é um distúrbio respiratório que aparece durante o sono devido a um estreitamento da passagem de ar na orofaringe, causando uma vibração dos tecidos moles. Em muitos casos o ronco é sintoma de um problema mais grave como a síndrome da apneia obstrutiva do sono. É um problema sério, atingindo cerca de 30% das pessoas, alterando a convivência com o cônjuge, ou com amigos, não tem cura e demanda tratamento.ronco-apneia

A Apneia Obstrutiva do Sono é definida como uma condição clínica caracterizada por episódios repetitivos de obstrução/fechamento da via aérea superior durante o sono, pela aproximação dos tecidos da garganta fechando a passagem do ar, resultando frequentemente em dessaturação de oxigênio e microdespertares.

Apneia do sono é, muitas vezes identificada como um problema por outras pessoas que testemunham o indivíduo durante os episódios (durante o sono) ou porque apresentam sintomas típicos. Os sintomas podem estar presentes por anos (ou mesmo décadas) sem identificação.

A apneia do sono é mais comum em pacientes:

– Sexo masculino (duas vezes mais que no sexo feminino)
- Acima de 35 anos
– Obesidade
– Alterações hormonais
– Uso de drogas miorrelaxantes (álcool, sedativos)
– Circunferência do pescoço maior que 40cm
– Tabagistas
– Hereditariedade: aumento no risco de ocorrência entre 22 e 84% entre parentes diretos.

Na infância:

-Hipertrofia dos tecidos das vias aéreas superiores (adenóides e amígdalas)
-Malformações congênitas (síndromes genéticas, micrognatia, retrognatia)

A Apneia quando não tratada pode levar à:

– Hipertensão
– Problemas cardiacos
– AVC
– Diabetes
– Problemas de memória
– Impotencia sexual
– Obesidade

O diagnóstico da apneia do sono é feito através de um exame chamado Polissonografia. O principal sintoma da apneia do sono é a sonolência intensa durante o dia. Esta sonolência pode levar a: acidentes automobilísticos, ao sono intenso em horas inadequadas, como no trabalho ou na sala de aula. As outras manifestações da doença incluem o ronco (com pausas respiratórias, as apneias), dificuldade de manter a concentração e a atenção pela sonolência diurna.

IMG_0558Tratamento:

Medidas gerais:
– Redução do peso corporal
– Redução do consumo do álcool
– Tratamento de congestão nasal, rinite, sinusite
– Evitar cigarros, bebidas com cafeína, refeições pesadas, medicamentos sedativos.

Tratamento cirúrgico
Tratamento mecânico:
– Uso de CPAP
– Aparelhos intra-orais: realizados pelo cirurgião-dentista capacitado em odontologia do sono.
Esse aparelho intra-oral tem uma perfeita adaptação garantindo conforto durante o uso e eficácia
no tratamento. Ele é confeccionado com a tecnologia CAD/CAM (Cerec Ortho), sem moldagens, com a utilização de um scaner intra-oral gerando imagens 3D que são enviada via internet para o laboratório de prótese dental parceiro.